Prestem atenção…

O filho sábio ouve a instrução do pai, mas o escarnecedor não atende à repreensão.”Provérbios 13:1

O livro de Provérbios é um dos livros sapienciais do Antigo Testamento da Bíblia. Conforme declara a sua introdução, tem como propósito ensinar a alcançar sabedoria, a disciplina e uma vida prudente e a fazer o que é correto, justo e digno. Em suma, ensina a aplicar e fornecer instrução moral.

Diante desta instrução, farei uma breve análise do provérbio e do que tenho aprendido estes ultimos tempos.

Instrução e repreensão. Creio que vivem por um limiar muito tênue, até por que se o emissor e o receptor estiverem em sintonia, dificilmente haverá repreensão e sim educação, instrução, correção moral como propõe o provérbio. Porém havendo interferências na relação e na comunicação entre pai e filho, a lição passará a uma repreensão e o filho escarnecerá seu ascendente.

Escarnecer, é zombar de alguma situação. Ao repreender, o jovem perderá o respeito por seu interlocutor. Entretanto deverá o jovem buscar entender o que motivou seu pai ou mãe mesmo. Alias, creio que para instruir e aconselhar, vale qualquer pessoa em que haja afeto e respeito. Tais como amigos, namoradas, padrinhos, madrinhas e tantas outras pessoas queridas.

Hoje recebi uma instrução, creio que uma das mais valiosas que já recebi. Dificil é admitir isso publicamente. Já estava refletindo sobre determinada situação a muito tempo, porém a instrução e um trabalho silencioso me fizeram meditar sobre a questão.

“Se procederes bem, não é certo que serás aceito?” – Genêsis 4:7

Isso me fez refletir um pouco, porém, me questiono se valerá a pena. Porém meu instrutor, meu amigo, me fez lembrar de algo que sempre digo a outros:

E você perderá algo se tentar?

Em determinadas situações há momentos em que é melhor inverter a sua atuação, não da noite para o dia, mas pelo menos como você reage as situações.

Apesar das consequências (uns vêem como benefício) que determinadas atitudes podem trazer, não custa tentar mudar, apenas para ver se o paradigma mudará, mudando o paradigma, não há mais que se falar em mudança, mas sim em melhoria do ser.

A frase do ano eu diria, que é: Eu tentarei…

Abraços fraternos,
D’O Companheiro