Mitos também morrem

Quase 15 dias após o falecimento do rei do pop, Michael Jackson, todas as pessoas que convivo já dizem estar sem paciência para ouvir Thriller ou qualquer outro hit do ídolo semi-branco/ semi-negro (a falta de uma adjetivo melhor levou a essa tosca escolha). Ícone para música, Jackson ultrapassou, com todas as suas esquisitices, o limite de pessoa comum e tornou-se, sem sombra de dúvidas, um mito que ainda vivia, nas mentes de alguns milhares de fãs. Mas, que diabos Michael Jackson teria com um blog como o CdPQ?

Talvez o declínio dele mostre-nos o como é complicado lidar com nós mesmos. Comentei com um amigo que preferia vê-lo como uma criança que não pode ser criança do que como o monstro esdrúxulo que se tornou quando adulto. Essa mitificação pela qual ele passou, apenas ressaltou um sentimento humano que tanto fingimos não existir: a soberba. Cheias de si, cada pessoa deixa de ser apenas uma pessoa e passa a se sentir importante demais para quem ela é. Assim eu vejo muitas figuras que já passaram pelas fileiras da Ordem DeMolay.

Já falei sobre o percentual de iniciados que permanecem com ligações com a Ordem após cinco anos, né? Desses que ficam, muitos tem um ligeiro problema que é acharem que são mitos, pessoas acima do bem e do mal, que não devem satisfação ao mundo alheio e que o que eles falam são verdade absolutas. Eu tenho realmente muito medo se chegar a essa fase tão crítica na minha vida DeMolay, porém quase todos que conheço passaram por graus de mitificações que é preciso muita força de vontade pra não deixar subir a cabeça.

“Eu tenho 10 anos de Ordem DeMolay e vocês tem que ouvir a vós da experiência”. Quantos de vocês já ouviram isso? Ou “fulano de tal fez tal coisa na época do Capítulo. O cara é o cara”. Tenho até medo quando alguns ouvem falar isso. A soberba fica tão transparente que qualquer um avista nos olhos do cabra. Nessa horas, cabe lembrar-lhe de que, assim como Michael Jackson, os mitos morrem. E, a não ser que você seja um celebrado rei de alguma coisa, provavelmente vai acabar voltando pro lodo do esquecimento…

Anúncios

4 Comentários

  1. Uma palavra: fantástico!

    O único problema é quando a alienação é tamanha que você chega a ser desprezado se não seguir a linha de raciocínio do “Mestre Jedi”…

    =x

    Blehrg.

  2. Por falar em morte, nosso Irmão Zé Carlos, ex-goleiro do Flamengo, partiu para os Gramados Eternos esta semana.

    D. A. S. A.

    DinaMO

  3. Nossa irmão, realmente fantástico.

    Gostei muito de suas exposições.
    Considero que o sentimento de soberba, faz do ser humano um verdadeiro monstro. E em relação de esse sentimento estar penetrado nas fileiras de nossa Ordem, instalado no coração de alguns DeMolays, o que podemos fazer é clamar a Deus, para que tenha pena dessas pobres pessoas, pois realmente isso as colocam em um estado crítico que só cabe lamentações.
    A humildade é a excelência para uma vida melhor.

    O blog é ótimo, acompanharei sempre.
    Abraços Fraternais!

  4. A meu irmão, não deixe de visitar o meu blog
    darcifreitas.blogspot.com

    Estarei sempre postando textos sobre o Capítulo aqui da minha cidade


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s